OBRIGADA PELA VISITA!
DEIXE UM RECADINHO DE VEZ EM QUANDO
É BOM CATIVAR...
CATIVANDO-ME, VOCÊ ME INCENTIVA!

Visitem os blogs pedagógicos da krika!

Glitter Photos

Confira no Linguagem e Afins

sábado, 1 de agosto de 2015

Autorretrato


Vim ao mundo como partícula, um grão de areia.
Cresci nas cores e acresci em vastidão de sentimentos.
Logo, como um pêndulo apaixonado,
Envolvi-me num infinito azul.
Defino o horizonte de mim mesma na folha branca de papel.
Suave, delicada.
Sopra ou voa como vento.
Flutua e transparece como um telhado de vidro.
A música embriaga meu coração,
E aqui ela sonoriza meu jeito poético.
Também neste prisma, neste parâmetro,
Posso visualizar ao longe o dia de amanhã.
Ainda é uma incógnita hoje,
Porque não sei se alçarei vôo no planador que persisto aqui.
Pratico o bem viver amando esta duna toda.
Partilho o colorido com alguém.
Sorriso celestial...
Eu diria num carinho só.
Auto retrato fez-me mergulhar em reticências de minha vida.
Porém, ousaria e teimaria em filmes de um roteiro só:
O amor.
O amor que entristeceu os cantos dos meus olhos tantas vezes...
Mas acima de tudo, o amor que amo hoje.
Límpido, nesta mesma folha de papel.
Pautada agora com flores, pólen, beija-flor.
Até chegar no mel.
Auto retrato impõe flashes.
São tantos grãos de areia, que,
Coloquei na ampulheta do meu tempo.
Contudo, num breve resumo ,cheguei a esta duna.
Drasticamente quente em companhia do sol...
Contudo, sei.

Retornarei ao universo após cumprir minha missão...
Poema by krika
Reminiscências de um extinto site


Link para essa postagem


Um comentário:

  1. Oi Krika!
    Que bela você se faz.Sorriso encantador e palavras tão harmoniosas e sábias para descrevê-la tão bem.
    Lindo mês para você!
    Super beijo!

    ResponderExcluir