OBRIGADA PELA VISITA!
DEIXE UM RECADINHO DE VEZ EM QUANDO
É BOM CATIVAR...
CATIVANDO-ME, VOCÊ ME INCENTIVA!

Visitem os blogs pedagógicos da krika!

Glitter Photos

Confira no Linguagem e Afins

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Nosso tempo

ALEXANDRE O GRANDE

Encontrando-se às portas da morte, Alexandre convocou os seus generais e comunicou-lhes os seus três últimos desejos:
Que seu ataúde fosse levado aos ombros e transportado pelos melhores médicos do reino.
Que os tesouros que tinha conquistado (prata, ouro e pedras preciosas), fossem espalhados pelo caminho até sua tumba.
Que suas mãos ficassem balançando no ar, fora do ataúde e à vista de todos.
Um dos seus generais, assombrado por tão insólitos desejos, perguntou a Alexandre: Porque razão pretende que assim se faça?
Quero que os mais eminentes médicos carreguem o meu ataúde para que percebam que perante a morte não têm o poder de curar.
Quero que o solo seja coberto por meus tesouros para que todos possam ver que os bens materias aquí conquistados, aquí permanecem.
 Quero que minhas mãos se balancem ao vento, para que as pessoas possam ver que viemos com as mãos vazias e com as mãos vazias partimos.
O TEMPO é o presente mais precioso que temos porque é LIMITADO.
Podemos ganhar mais dinheiro, Mas NÃO mais tempo.
Quando dedicamos tempo a uma pessoa, estamos oferecendo uma porção de nossa vida que NUNCA poderemos recuperar.
Nosso tempo é nossa vida. E o melhor presente que podes oferecer a alguém é teu tempo.



 



Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário