OBRIGADA PELA VISITA!
DEIXE UM RECADINHO DE VEZ EM QUANDO
É BOM CATIVAR...
CATIVANDO-ME, VOCÊ ME INCENTIVA!

Visitem os blogs pedagógicos da krika!

Glitter Photos

Confira no Linguagem e Afins

domingo, 4 de dezembro de 2011

Lembrando de você...



Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo,
 o homem chama borboleta.
(Richard Bach)



Encontrei estas palavras...

Devíamos pensar na morte. Analisá-la. Medi-la.
Não como quem mede um inimigo, para ver se é possível derrotá-lo, mas como quem olha para dentro de si mesmo com o objetivo de se conhecer.
De todos os seres vivos, só o homem possui o conhecimento certo de que vai morrer.
 Esse conhecimento – manifestação da grandeza do homem – é luminoso e útil:
Permite-nos saber o que somos e o que são realmente todas as coisas;
Permite-nos tirar conclusões sobre o sentido da nossa existência
                  – temporária, passageira –
neste planeta que deambula num universo imenso.
(Paulo Geraldo)


Remetem-me a você, Dr. Ricardo.
È que seu tempo agora é igual ao de Deus.
Ainda tenho "vivo" um sonho que lhe contei.
Jogue os remos...
( coloquei as palavras em azul,cor do céu...)
By krika 

A ideia de morrer talvez trinta anos mais tarde
 não estraga as alegrias de um homem.
Trinta anos, três dias… é uma questão de perspectiva.
(Saint-Exupéry, Terra dos Homens)



Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário